Campeão mundial Alaphilippe faz sprint perigoso, comemora antes da hora, perde e é penalizado

Sim, este é o titulo mais longo para descrever uma chegada. Entenda o que Julian Alaphillipe fez na chegada da Liège-Bastogne-Liège, quando usava pela primeira vez a sua camisa de campeão mundial

Um final memorável para a Liege-Bastogne-Liège 2020 fez o campeão mundial Julian Alaphilippe comemorar muito cedo e Primož Roglič assumir a primeira colocação logo no photo finisher.

Se Alaphilippe tivesse contido a comemoração e cruzado a linha em primeiro lugar, ele ainda teria perdido o título, pois foi penalizado e caiu para o quinto lugar após um sprint irregular que atrapalhou Marc Hirschi (Sunweb).

Depois que Hirschi e Pogačar tiveram seus sprints interrompidos pelo movimento de Alaphilippe, o francês jogou as mãos para o ar para comemorar a vitória, mas não viu Roglič acelerando por seu lado direito para derrotá-lo no final.

Alaphilippe atacou perto do cume da Côte de la Roche-aux-Faucons, levando um seleto grupo com ele contendo Marc Hirschi, Primož Roglič (Jumbo-Visma) e Tadej Pogačar.

O quarteto trabalhou bem junto, mantendo o grupo de perseguição liderado por Mathieu van der Poel à distância até o flamme rouge.

Depois de tudo, Alaphilippe reconheceu o sprint perigoso e pediu desculpas pelo ocorrido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

rio cycling revista ciclo sul