CIMTB fala sobre andamento dos trabalhos para Copa do Mundo 2022 em Petrópolis

Equipe da CIMTB Michelin tem visitado a cidade para deixar tudo preparado para a grande final da temporada 2021 e para a Copa do Mundo de XCO em 2022.

A equipe da Copa Internacional Michelin de Mountain Bike (CIMTB Michelin) já visitou Petrópolis cinco vezes desde o anúncio de que a cidade receberá a primeira etapa da Copa do Mundo de XCO 2022, no início de Fevereiro. Muito trabalho está sendo feito para organizar tanto a grande final da temporada 2021 da CIMTB Michelin, quanto a primeira etapa da Copa do Mundo em 2022.

Convidamos o organizador dos dois eventos, Rogério Bernardes, para contar mais sobre as novidades em Petrópolis. Confira a entrevista na íntegra.

CIMTB Michelin: Qual foi a primeira vez que Petrópolis recebeu um evento CIMTB Michelin?Rogério Bernardes: Em 2019 foi a primeira vez que fizemos uma etapa da CIMTB Michelin em Petrópolis. O evento foi um sucesso com cerca de 20 mil pessoas no final de semana visitando a fazenda e a pista do Sitio São José. Essas conversas começaram com o Ruy e Henrique Avancini nos convidando para conhecer o local e nos apresentando o Duda e Hilário, donos da propriedade, para estudarmos a viabilidade de levar a etapa para lá.

CM: A pista fica no Vale do Cuiabá desde o início?

RB: Sim. A pista já existia dentro da fazenda e alguns anos atrás aconteceu uma etapa do Campeonato Brasileiro de MTB. Com a CIMTB Michelin tivemos que fazer várias alterações para adaptar às nossas exigências e com a Copa do Mundo em 202, estamos fazendo outras mudanças para que a pista seja ainda mais desafiadora.

CM: O que evoluiu de lá pra cá, tanto na pista quanto na organização em geral?

RB: Desde 2019, quando fizemos a prova pela primeira vez mudamos vários detalhes e, depois da prova, tínhamos programado outras diversas melhorias para a etapa de 2020, que acabou não acontecendo. No meio do caminho tivemos a notícia da Copa do Mundo em 2022 que vamos organizar no Sitio São José, e agora estamos unindo as mudanças de 2020 com as outras mudanças de 2022 para termos um evento de altíssima categoria este ano, que servirá de teste para a Copa do Mundo, no ano que vem, além de ser uma das etapas da CIMTB Michelin.

CM: A equipe CIMTB tem visitado a cidade com frequência ultimamente. Como está a preparação para a etapa de setembro?

RB: Temos ido com frequência em Petrópolis para acertar muitos detalhes nos bastidores. Fizemos reuniões com empresários, poder público, incluindo Prefeitura Municipal e Câmara de Vereadores, hotéis para credenciamento para a Copa do Mundo e etapa da CIMTB Michelin, visitas à pista para estudar, criar e demarcar os novos trechos onde será a prova, levantamento topográfico para desenvolvimento do projeto, encontro com fornecedores, enfim, muito trabalho.

Muita coisa já está a todo vapor e cada ida nossa lá tem sido cada vez mais intensa. Queremos planejar todos os detalhes para que o evento seja inesquecível para todos que marcarem presença, atletas, público, patrocinadores e todos os envolvidos.

CM: A CIMTB Michelin vai realizar a etapa de abertura da Copa do Mundo de XCO 2022 em Petrópolis. Isso muda alguma coisa na etapa deste ano?

RB: Muda bastante coisa. Em relação à pista as mudanças que estávamos prevendo tivemos que incluir outras ainda mais desafiadoras para os atletas. Em relação a estrutura também muda bastante pois quando se pensa em transmissão ao vivo para o mundo inteiro, as demandas são infinitamente maiores e mais detalhadas envolvendo centenas de pessoas e dezenas de fornecedores.

CM: Você tem conversado com as autoridades locais nas últimas visitas à cidade. Como está a expectativa deles para o evento?

RB: A expectativa de todos é enorme. Da nossa parte sabemos dos desafios e estamos trabalhando intensamente em cada detalhe. Para as autoridades e população da cidade posso afirmar que estão todos muito felizes e ansiosos para que o evento aconteça e doidos para verem a hora chegar logo. Temos que abrir um pouco mais nossa visão pois os amantes d o mountain bike do Brasil todo estão muito entusiasmados e aguardando a chegada da venda do primeiro lote de ingressos, que será em breve. Teremos um grande público no evento, se Deus quiser, e esse será o nosso diferencial. Os atletas, jornalistas e dirigentes do mundo todo ficarão impressionados com nossa torcida que dará um show com toda certeza.

Por Pedro Parisi, de Belo Horizonte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

rio cycling revista ciclo sul