Do mountain bike extremo ao BMX: conheça os novos modelos de capacetes full face da Bell disponíveis no Brasil

Capacetes Full-9 Fusion e Transfer garantem segurança e conforto para as modalidades mais agressivas do ciclismo

Uma das mais renomadas fabricantes de capacetes esportivos do mundo, a Bell Helmets tem novidades desembarcando em solo brasileiro. Dois modelos full-face diferentes entre si, mas que trazem o DNA da marca norte-americana: alta tecnologia, máxima segurança e conforto. O Bell Full-9 Fusion e o Bell Transfer são as apostas para fazer sucesso com o público brasileiro em busca de diversão em cima de uma mountain bike, seja para trail, enduro, downhill ou até mesmo free ride e BMX.

São duas opções para quem procura se divertir em cima de uma bicicleta ou competir contra o relógio.

Fundada em 1954, na Califórnia, a história da Bell começa nas pistas de corrida de automobilismo e desde sempre focou o desenvolvimento em segurança e tecnologia para capacetes. Aos poucos, foi se consolidando também no motociclismo e no ciclismo.

Desde sua criação, com o fundador Roy Ritcher, a marca ao longo dos anos foi ganhando admiração de atletas de várias modalidades. Muito por conta da cultura de inovação, antecipando necessidades dos atletas para os segmentos de atuação e criando possibilidades para as pessoas chegarem mais longe. A marca está ligada à criação, dentre outras tecnologias, do sistema mais avançado de proteção para capacetes, do Spherical by MIPS, feito em parceria com a Giro e a própria MIPS.

Mundialmente, é reconhecida por construir os melhores e mais seguros capacetes do mercado, com uma tradição que vem do motocross e invadiu também a Fórmula 1, com Lewis Hamilton utilizando o capacete mais avançado do mundo.

“No ciclismo, a história não é diferente. Eles absorveram o que há de mais tecnológico nos sistemas de construção para projetar os capacetes com alto nível de proteção, além de confortáveis e com excelentes sistemas de ventilação”, comenta Gilberto Alves Nunes, analista de produtos da Isapa, distribuidora oficial da Bell no Brasil.

Conheça a seguir os detalhes dos lançamentos: Bell Full-9 Fusion e Bell Transfer.

Bell Full-9 Fusion: solução de alto nível para modalidades extremas

Quem busca por uma solução de altíssimo nível para o Downhill, BMX ou outra modalidade mais radical, encontra no capacete Bell Full-9 Fusion uma opção muito interessante, com apenas 1080g. O Full-9 Fusion é uma versão um pouco mais acessível do modelo utilizado por atletas referência no esporte, como os multicampeões Aaron Gwin, Gee Atherton e Amaury Pierron, o modelo é perfeito para quem busca performance e conta com detalhes e recursos inovadores.

Modelo unissex, full-face, próprio para modalidades mais agressivas, o Bell Full-9 Fusion foi projetado com um casco de fibra de vidro, ultra resistente, e conta com o sistema de segurança MIPS®. Resumindo seu funcionamento, ele gera um movimento entre o capacete e a cabeça, capaz de amortecer grande parte das forças rotacionais criadas durante um impacto.

E para quem pensa que, por ser um capacete fechado ele não é bem ventilado, engana-se. O novo capacete da Bell possui 13 entradas e saídas de ar, sendo 10 na estrutura do capacete e 3 acima da sobrancelha. Chamados de Overbrow Ventilation®, os 3 canais de ar ficam entre o casquilho de fibra de vidro e o EPS interno. É por ali que o ar passa e é dissipado por todo o capacete até ser expelido novamente, por trás, um sistema de ventilação muito eficiente, além de discreto.

Se a necessidade também é ver melhor o terreno, o Full-9 Fusion possui um amplo campo de visão para otimizar a experiência de quem pedala, por exemplo numa descida em alta velocidade. Além disso, a estrutura também conta com apoio traseiro para suportar o elástico do goggle (óculos de proteção).

O capacete possui, ainda, viseira com regulagem de altura e parafusos projetados para quebrar no caso de um impacto forte, como um sistema de segurança. Ou seja: um capacete perfeito para se divertir em cima da bicicleta em alta velocidade.

O Full-9 Fusion ainda conta com outros diferenciais que o tornam um dos melhores capacetes do mercado:

– forros internos removíveis com encaixes que facilitam a retirada para lavagem;

– tecnologia X-Tatic: materiais de secagem rápida e tecido com fibras de prata, que inibem o crescimento de bactérias e fungos causadores de maus odores;

– fechamento resistente no estilo motocross;

– suporte de câmera de ação integrado na parte superior do casquilho: projetado para se soltar em caso de impacto, evitando danos ao capacete e lesões.

Disponível nos tamanhos M e G, na coloração preto com prata, o Bell Full-9 Fusion está disponível no Brasil a partir de R$ 2.600,00.

Capacete Bell Transfer: inspirado no motocross, para BMX Racing e DH.

Moderno, robusto, confortável e leve, com apenas 1040g. Assim pode ser resumido o capacete Bell Transfer, inspirado nos modelos de motocross e desenhado para amantes do downhill, freeride, dirt jump e BMX.

Com a estrutura externa em policarbonato, ele é a solução ideal para quem busca por uma proteção integral contra quedas e impactos, em um modelo de nível intermediário – mas com recursos encontrados em capacetes top de linha.

Bastante  ventilado, mesmo sendo um modelo fechado, o Bell Transfer possui um sistema de ventilação com 14 saídas/entradas para ar. Sendo 3 delas canais de ar com o sistema Overbrow Ventilation®, que mantém o frescor e refrigeração de forma constante, mesmo em dias bem quentes.

Além disso, também possui uma queixeira reforçada e viseira com fácil regulagem de altura, a Flying Bridge, originalmente desenvolvida para motos – detalhe importante, já que nessas modalidades o ciclista tende a mudar constantemente de posição.

Assim como o Full-9 Fusion, o Bell Transfer também conta com todos os forros internos destacáveis com proteção antibacteriana, para facilitar o processo de lavagem– e não é aquele velcro comum que estraga com o tempo.

Disponível nas cores preto e branco/preto, o Bell Transfer possui modelos nos tamanhos M e G, com preço sugerido a partir de R$ 1.500,00.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

rio cycling revista ciclo sul