Sense Factory Racing termina Campeonato Brasileiro de MTB com títulos e muitos motivos para comemorar

Equipe oficial da Sense Bike encerra o fim de semana com 2 títulos de Giugiu Morgen, bronze para Mário Couto e dois Top 5 nas E-bikes

No último fim de semana, a cidade paulistana de Mairiporã foi palco do Campeonato Brasileiro de MTB, série de competições que fizeram parte do MTB Festival. Entre os dias 30 de outubro e 1 de novembro, os melhores atletas do Brasil enfrentaram-se para decidir quais seriam os próximos campeões brasileiros nas categorias E-Bike, Cross-Country Short Track (XCC), Cross-Country Olímpico (XCO) e Downhill (DH).

Neste cenário, a Sense Factory Racing fechou um fim de semana pra lá de especial, com motivos de sobra para comemorar. Isso porque, além de sair com dois títulos nacionais com Giugiu Morgen, a equipe ainda comemorou um top-3 e um quinto lugar nas elétricas com Diego Knob e Albert Morgen respectivamente, e a terceira colocação de Mário Couto no XCO masculino, na Sub-23.

Giugiu Morgen – XCC e XCO

A jovem petropolitana de apenas 17 anos, que ainda corre pela Júnior teve, pela segunda vez neste ano, a possibilidade de disputar de igual para igual contra as principais atletas da Elite Feminina do MTB. Porém, diferente do que aconteceu no Desafio dos Gigantes, desta vez Giugiu saiu com uma vitória incontestável contra suas adversárias da Elite.

Na prova que aconteceu há cerca de dois meses em Minas Gerais, a ciclista passou por alguns problemas mecânicos que impediram um melhor desempenho – mesmo assim, ela venceu uma das etapas e ficou em segundo na classificação geral.

Já no campeonato brasileiro de Short-track, prova que aconteceu na sexta-feira (30), ciclistas da Elite, da Sub-23 e da Júnior largaram em categoria única. Então, Giugiu teve a oportunidade de mostrar que ela é capaz de andar em um nível extremamente elevado, mesmo quando a disputa é contra atletas de nível olímpico.

No embate que durou 20 minutos e mais duas voltas no circuito de 1600 metros, a ciclista da Sense Factory Racing manteve-se no pelotão das ponteiras e, durante a competição, testou suas adversárias tanto nas subidas quanto nas descidas – terreno onde ela estava levando uma boa vantagem.

Quando a prova entrou nas duas últimas voltas, Giugiu acelerou de forma decisiva, para cruzar a linha de chegada em primeiro lugar, com uma vantagem de mais de 20 segundos sobre Raiza Goulão, a segunda colocada, atleta que representou o Brasil nos jogos olímpicos Rio 2016.

“Eu já estava com esta vontade desde o Desafio dos Gigantes. A vontade de superar uma coisa que eu passei perto, e aqui, finalmente, consegui atingir meu objetivo”, afirmou a jovem atleta.

“Sabia quem poderia vir comigo e durante a prova eu analisei onde elas apertavam o ritmo e onde perdiam algum tempo para mim. Eu ataquei na hora certa. Testei antes de atacar e na hora que eu vi que sobrou um pouco, fui e acelerei. Eu treinei para essa modalidade, tendo usado como aprendizado a última competição que tive contra elas no short track há alguns meses, e desta vez deu certo. A felicidade é enorme. Espero crescer cada vez mais e colocar, no futuro, nosso mountain bike brasileiro aos olhos do mundo, assim como o Avancini fez”, disse Giugiu.

Porém, o fim de semana de vitórias de Giugiu Morgen não terminaria por aí, já que no sábado (31), ela disputou o Campeonato Brasileiro de XCO na categoria Júnior.

XCO Junior

Na prova realizada no mesmo percurso que a Elite e a Sub-23, Giugiu largou na Júnior, 5 minutos depois da categoria principal. A chuva constante castigou o circuito técnico, o que acabou favorecendo atletas com habilidade sobre a bike, como a petropolitana.

Na largada, Giugiu acelerou e imediatamente começou a abrir vantagem sobre as atletas de sua categoria. Rapidamente, porém, algumas atletas da Sub-23 começaram a ser ultrapassadas. Logo em seguida, Giugiu começou a alcançar as ciclistas da Elite – ela chegou a dever apenas cerca de um minuto e meio para Raiza Goulão.

Porém, a lama do percurso acabou cobrando um preço na transmissão da bike de Giugiu, fazendo sua corrente cair. Com isso, ela precisou empurrar sua bike em parte do percurso, até fazer um pit-stop na área técnica.

Mesmo assim, Giugiu cruzou a linha de chegada em primeiro lugar em sua categoria, levando a competição com larga vantagem sobre a segunda colocada.

“Tive alguns problemas mecânicos, mas queria ter chegado mais perto da elite. Me senti bem na prova, mesmo tendo que empurrar em alguns trechos para ultrapassar as outras meninas ou por causa da relação travada”, finalizou.

Mário Couto – XCO Sub-23

O jovem de Divinópolis acelerou contra os melhores do Brasil na Sub-23, que largou alguns minutos depois da Elite. No start-loop, Mário estava muito bem posicionando, rodando perto dos primeiros colocados. Infelizmente, o ciclista de Divinópolis acabou sofrendo uma quebra no guidão de sua bike, o que complicou demais o controle da bicicleta.

Mostrando muita habilidade e determinação, Mário terminou a prova em terceiro lugar, conquistando a medalha de bronze com o guidão quebrado e tudo. Detalhe: mesmo sem ter acesso ao freio traseiro da bike, fundamental nos trechos técnicos. A vitória na Sub-23 ficou com Gustavo Xavier.

“Me senti super bem na prova, estava um pouco sem ritmo no começo, mas consegui encontrar um ritmo e vim crescendo e tirando tempo nas partes técnicas. Infelizmente tive um guidão quebrado, mas isso faz parte. Em todas as provas podemos ter contratempos, mas estou muito feliz com meu desempenho, já que estou voltando a minha forma. Algo que busquei o ano inteiro ”, afirmou Mário.

“Vim com o foco de conseguir um Top-3 na minha categoria, e graças a Deus consegui esse feito. Obrigado à todos”, finalizou o atleta.

Diego Knob – E-Bike

O atleta especialista em modalidades de gravidade como o Enduro e Downhill saiu-se incrivelmente bem no Campeonato Brasileiro de E-Bike. Na prova realizada na sexta-feira, dia 30, o rider provou mais uma vez que a intermodalidade, um dos fundamentos mais básicos da Sense Factory Racing, é um pilar extremamente importante para o bom desempenho de um time esportivo – na prova contra os melhores do Brasil, o petropolitano terminou em terceiro lugar.

“Sofri demais, mas foi extremamente gratificante. Deu para ganhar uma vantagem nas descidas, já que a condição de hoje, por conta da chuva e da lama, estava um pouco mais adversa. Então, quem andou fluído, com certeza conseguiu se desgastar menos” explicou Knob.

Segundo ele, a prova de elétricas não fica devendo em nada do ponto de vista do esforço físico quando comparada ao XCO. Isso porque, além do limite de velocidade de assistência em apenas 25km/h, todos fazem força de forma constante, e o peso extra da bicicleta torna a pilotagem mais cansativa.

Em Petrópolis, o atleta das modalidades de gravidade realiza treinos frequentemente com Giugiu Morgen e seu pai Albert Morgen, o que vem provando ser benéfico para todos.

“Os treinos com a Giugiu são sempre muito bons. Ela tem uma energia muito positiva de companheirismo e reconhecimento. Na equipe todos tentam se ajudar, então estamos sempre nos falando e nos ajudando. Foi massa demais e fico muito feliz com o apoio que a Sense está me dando, não só acreditando no meu potencial como piloto, mas acima de tudo como alguém que quer fazer algo mais pelo esporte”, afirmou Knob.

Albert Morgen – E-Bike

Para quem é mais antigo no esporte, o nome Albert Morgen certamente é conhecido. Isso porque, além de ser o pai da Giugiu, o atleta, que nos últimos anos especializou-se em competições com bicicletas elétricas, é uma das maiores lendas do MTB nacional.

Com isso, depois de fechar sua participação no Campeonato Mundial de E-MTB no início do mês em Leogang, na Áustria, na vigésima quinta colocação, o atleta voltou para o país para focar suas atenções no Campeonato Brasileiro da modalidade.

Na semana que vem, a Sense Factory Racing participa da segunda edição do Desafio dos Gigantes, onde mais uma vez a elite do esporte nacional vai se reunir para um fim de semana repleto de disputas e emoção.

A Equipe Sense Factory Racing 2020 conta com patrocínios da Sense Bike, LM Bike, Sentec, ASW, HB, Shimano, Michelin, Fox Ride, Fizik, Exceed.

Acompanhe a Equipe Sense Factory Racing nas redes sociais:

Instagram – @sensefactoryracing

FACEBOOK – Facebook.com/sensefactoryracing

Blog: Sensefactoryracing.blogspot.com.br

Site: www.sensebike.com.br

Imagens: Felipe Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

rio cycling revista ciclo sul